Como funciona

Quando todo o projeto estiver em curso, o funcionamento ocorrerá da seguinte maneira:

Voluntários estarão em pontos de monitoramento situados nos principais cumes da Serra do Mar, outras montanhas e escarpas do estado. Assim, será possível detectar com maior rapidez, eventuais focos de fogo e crimes ambientais.

Nas principais trilhas de acesso serão dadas orientações aos visitantes para prevenção a incêndios e acidentes.

Será ampliada a quantidade de bases avançadas em locais estratégicos contendo kits de combate a incêndio, equipamentos proteção individual e material para busca, salvamento e primeiros socorros.

Principais trilhas, rios, reservatórios ou cursos de água; helipontos, áreas prioritárias para proteção ou de maior risco serão georeferenciadas. Brigadistas estarão capacitados em combate a incêndios, entre outras habilidades.

O que já foi feito ou está em andamento

  • Cadastramento de 180 Voluntários;
  • Realização do primeiro curso básico ministrado pelo Corpo de Bombeiros (21 brigadistas capacitados);
  • Realização do segundo Curso (2009) – 35 brigadistas;
  • Armazenamento de água não potável em cumes e vales entre montanhas com maior risco de incêndios;
  • Termo de Cooperação Técnica com o IAP;
  • Qualificação formal da Brigada Voluntária como NUDEC – Núcleo de Defesa Civil, fazendo parte do Sistema Estadual da Defesa Civil;
  • Curso do IBAMA/Prevfogo agendado para 1º a 4 de outubro;
  • Futuro Termo de Cooperação Técnica com o IBAMA;
  • Previsão para curso de radio amador e primeiros socorros;
  • Site com informações, apostilas e outros materiais.